15 de dez de 2011

Argentina Com Internet de 100 Gbps

Argentinos terão internet a 100 Gbps:
País "hermano" será o primeiro da América do Sul a contar com conexão desta velocidade.

Diversos sentimentos envolvem a rivalidade que existe entre Brasil e Argentina, que nem sempre têm razão de existir. Mas agora nós temos um motivo plausível para sentir inveja dos hermanos: eles serão os primeiros da América do Sul a contar com conexões de internet a cabo de 100 Gbps.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a informação foi divulgada nesta terça-feira pela empresa franco-americana Alcatel-Lucent, que fornecerá o serviço através da empresa Cablevisión Argentina. De acordo com um comunidado da empresa, A Cablevisión será o primeiro operador a cabo na América do Sul a utilizar uma avançada rede ótica que oferecerá serviços a uma velocidade de 100 Gbps por segundo.

A justificativa para a implantação da conexão ultrarrápida é o grande aumento de assinantes e do tráfego, que tem asfixiado a capacidade da fibra ótica da Cablevisión. O chefe de engenharia da Cablevisión Argentina, Gabriel Carro, destacou que a empresa sul-americana deu um "grande passo" com esse contrato para oferecer uma "rede de alta flexibilidade e de futuro".

Só para efeito de comparação: a população da Argentina é de 40 milhões de habitantes e em 2009 contava com 13 milhões de usuários na internet. O Brasil tem pouco mais de 190 milhões de habitantes e, em 2009, tinha quase 76 milhões de pessoas conectadas.

Ou seja, nosso país tem quase duas Argentinas inteiras só de pessoas ligadas à rede mundial. Isso não é o suficiente para que o Brasil possa contar com conexões desta velocidade por aqui?

autor: Roberto Hammerschmidt

Vale lembrar que isso é a velocidade da rede ótica, não do usuário final. Mesmo assim é uma surra nas teles daqui e no projetinho governamental de banda larga popular. Não temos estrutura e nem competição. O resultado é esse que sentimos na pele. Ou na rede...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, sugestão ou opinião. Mas não toleramos ofensas, abusos ou spam. Todos os comentários são de inteira responsabilidade do autor. Obrigado.