1 de jul de 2011

PNBL Morre Antes de Nascer

Banda larga popular no Brasil: 1 Mbps a R$ 35
Acordo foi selado entre governo e empresas de telefonia. Plano nacional está a poucos passos da aprovação.
Confirmando as declarações do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) finalmente deve sair do papel. O acordo entre o governo e as empresas responsáveis pela conexão deve ser assinado ainda nesta semana e será publicado em uma edição do Diário Oficial da União. O plano deve começar a ser vendido em 90 dias, ainda segundo Bernardo.

As operadoras Oi e Telefônica foram as duas únicas a aceitar o contrato até agora, que define a mensalidade de R$ 35 por uma conexão de 1 Mbps e um limite mensal de download de 300MB. O acordo saiu com atraso e ainda não foi totalmente discutido. A demora foi provocada principalmente após a divulgação de que as metas iniciais do PNBL não seriam cumpridas, fato que desagradou à presidente Dilma Rousseff.

Outro obstáculo foi a série de exigências feitas por Dilma, como a aplicação de multas pela Anatel em caso de desrespeito ao contrato, por exemplo. Até outubro, outro assunto similar também deve ser discutido: a nova regulamentação que limita a qualidade mínima para a internet brasileira móvel ou fixa.

autor: Nilton Kleina

Que piada mais sem graça. Começa que 35 Reais é bem caro pra Banda Larga popular. Algumas empresas já vinham oferecendo pacotes até mais baratos. E, pra piorar o horrível, o que se faz com 300 MB de download mensal?? Isso aí mal dá pro sujeito assistir 1 video de 5 minutos por dia no Youtube. Dá pra ver que o governo aceitou a imposição das empresas de telefonia e abandonou o objetivo verdadeiro do projeto.

2 comentários:

Anônimo disse...

Esse pnbl é outro programa pra enganar os trouxas. Qualquer pessoa que já usou a internet por 1 dia sabe que 300 MB é nada.

Paulo Cezar disse...

Por que toda a imprensa se omite e não fala a verdade à população? Esse PNBL é um LIXO empurrado guela abaixo do povo, um engodo, uma farsa que as operadoras montaram e o governo simplesmente aceita e repassa, já que NÃO É ELE QUE PAGA.

Esse plano tem limite de 300MBytes ou 600MBytes de download por MÊS, depois disto a velocidade será REDUZIDA. Este limite é menos que um único CD e o pobre assinante o atingirá em menos de 2 horas de download. Depois disso, pufffff, retorna à conexão tartaruga-manca.

Leia a verdade sobre isso no site da Associação Brasileira de Usuários de Banda Larga
( http://www.ticmercado.com.br/ticmercado.php?edi=158 )

As operadoras estão vendendo 2HORAS de conexão a 1MBits por R$ 35,00. Um negócio da china para elas.

Postar um comentário

Deixe seu recado, sugestão ou opinião. Mas não toleramos ofensas, abusos ou spam. Todos os comentários são de inteira responsabilidade do autor. Obrigado.