31 de jan de 2011

Mercado de Celulares em 2010

Setor de telefonia móvel vendeu 1,39 bilhão de unidades em 2010:
De acordo com levantamento da IDC, Nokia e LG perderam participação, enquanto que Samsung, ZTE e Apple ganharam mercado.
No último ano, foram comercializados 1,39 bilhão de telefones móveis no mundo, o que representa um aumento de 18,5% sobre 2009, quando esse número atingiu 1,17 bilhão de unidades. Os dados fazem parte de um relatório divulgado pela IDC.

A consultoria aponta que o mercado de telefonia móvel se recuperou nos últimos 12 meses, depois de acompanhar um declínio de 1,6% em 2009, por conta, principalmente, dos efeitos que a crise econômica internacional teve no setor.

Ainda segundo o levantamento, não foram só os fabricantes de smartphones que pegaram carona no crescimento de mercado. Um dos exemplos nesse sentido é o da ZTE que, apesar de ter uma linha de telefones móveis de baixo custo e focados nos mercados emergentes, passou de um market share (participação de mercado) de 2,3%, em 2009, para 3,7% no último ano.

Por outro lado, o estudo cita que três fornecedores focados em smartphones (Motorola, Research in Motion e Sony Ericsson) não entraram na lista das cinco empresas que mais venderam telefones móveis em 2010, “e estão bem longe de voltar à lista”, cita o relatório.

A Nokia, por sua vez, se manteve como líder em número de unidades vendidas em 2010, com uma participação de 32,6%. No entanto, a empresa teve uma queda em relação ao ano anterior, quando seu market share era de 36,9%. Da mesma forma, a terceira colocada no ranking atual, a LG Electronics, teve uma queda de 1,7%.

Entre as empresas que ganharam market share ao longo de 2010, o estudo cita a Samsung – que passou de 19,4% para 20,2% –, a ZTE e a Apple, que passou de 2,1% para 3,4%.

Cinco principais fornecedores de telefones móveis (por unidades vendidas)

Market share 2010 // Market share 2009
Nokia - 32,6% // 36,9%
Samsung - 20,2% // 19,4%
LG - 8,4% // 10,1%
ZTE - 3,7% // 2,3%
Apple - 3,4% // 2,1%

fonte: olhar digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, sugestão ou opinião. Mas não toleramos ofensas, abusos ou spam. Todos os comentários são de inteira responsabilidade do autor. Obrigado.