18 de fev de 2011

Pirataria Forte no Brasil

Brasil ocupa o 4º lugar em pirataria de games:
O Brasil ocupa o quarto lugar em pirataria de games online no mundo, segundo relatório da Aliança Internacional de Propriedade Intelectual (IIPA) entregue ao governo americano e divulgado pela Associação de Software de Entretenimento (ESA) na terça-feira (15/2).

De acordo com a IIPA, o Brasil fica atrás apenas da Itália, China e Espanha em termos de pirataria de games, numa lista que inclui outros 35 países.

Pelo levantamento da Associação do Software de Entretenimento (grupo que reúne empresas como Ubisoft, Electronic Arts e Nintendo), as conexões em redes p2p (usadas para o compartilhamento de arquivos pela web) com trocas ilegais de arquivos e endereços de provedor localizados no Brasil totalizaram 9,2 milhões em 2010.

"A nossa indústria continua a crescer nos EUA, mas níveis epidêmicos de pirataria on-line travam as vendas e o avanço em vários países, incluindo Itália, China, Espanha, Brasil e França", disse, em nota, o presidente da associação, Michael Gallagher.

Além da pirataria on-line (via programas como eMule), o setor reclama da falta de fiscalização para combater a venda de produtos ilegais na rua e as modificações nos consoles que permitem que eles rodem jogos piratas.

A estimativa é que até 95% dos consoles no Brasil tenham sido alterados para aceitar jogos piratas.

Segundo a associação americana, as taxas e os impostos são um "incentivo" para a indústria ilegal e chegam quase a triplicar o preço de um jogo legal em relação ao produto contrabandeado.

A pirataria em games foi um dos motivos apresentados anteontem pela IIPA (entidade que reúne empresas do setor de direitos autorais, como gravadoras e jornais) para que o governo dos EUA mantenha o Brasil na lista de países que não respeitam a propriedade intelectual.

fonte: click21

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, sugestão ou opinião. Mas não toleramos ofensas, abusos ou spam. Todos os comentários são de inteira responsabilidade do autor. Obrigado.