14 de dez de 2010

Nextel Quer 3G

Nextel investe mais de R$ 1 bi para ter cobertura nacional de 3G:
Operadora já arrematou os quatro primeiros lotes dos 165 da banda H que a Anatel está licitando nesta terça-feira.

A Nextel entrou no leilão das sobras da banda H disposta a recuperar o tempo que ficou de fora do mercado de 3G no Brasil. Para competir com as que chegaram primeiro, a operadora já arrematou quatro lotes dos 165 que estão sendo licitados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Telecom) nesta terça-feira, 14/12. Até agora, o valor a ser desembolsado nas novas licenças passa de 1 bilhão de reais. Com o investimento, a empresa passará a ter cobertura nacional desse serviço.

Depois de dar lance para o primeiro lote da região I, que era o mais caro, a Nextel arrematou outros três pacotes de licenças, garantindo o direito de ter cobertura nacional do serviço 3G.

O segundo lote adquirido é para a região II, que abrange Distrito Federal e os Estados do RS, SC, PR, MS, MT, GO, TO, RO e AC. O valor mínimo estipulado pela Anatel era de 300, 2 milhões de reais e a Nextel de um lance de 324,3 milhões de reais, com ágio de 8,02%.

O terceiro lote é para as regiões III e IV, que inclui cobertura Estado de São Paulo e nacional e que custava 175,7 milhões de reais e a Nextel comprou com ágio de 8% por 189,8 milhões de reais.

O último pacote comprado pela Nextel na manhã de hoje foi prestação de serviços 3G nas regiões V e VI, que abrange áreas do Estado de São e do nordeste (AL, CE, PB, PE, PI e RN)

A CTBC Celular arrematou por 30,5 milhões de reais o lote 5 para operar 3G na região VII, pagando 32,41% de ágio sobre o valor mínimo que era de 23 milhões de reais.

Ao todo, a Anatel vai leiloar 165 lotes das sobras de 3G. Estão na disputa pelas subfaixas seis operadoras: Nextel, CTBC Celular, Vivo, Oi. Claro e TIM. O leilão prossegue em Brasília.

fonte: computerworld

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, sugestão ou opinião. Mas não toleramos ofensas, abusos ou spam. Todos os comentários são de inteira responsabilidade do autor. Obrigado.