13 de out de 2010

o Futuro da Internet

Você consegue prever o futuro da internet?
Muitas coisas podem passar pela cabeça quando se fala desta ferramenta que faz parte do dia-a-dia de muita gente. Um site fez algumas previsões sobre o que será da internet em 2020.

Você já parou para imaginar como a internet será daqui 10 anos? Um gráfico foi feito pelo site intac.net reunindo alguns dados um tanto interessantes sobre o futuro da internet. Fizemos uma tradução livre do gráfico, que pode ser conferida abaixo:

Internet em 2020...

01. Mais pessoas usarão a internet...

Hoje, há 1.8 bilhões de usuários da internet. Em 10 anos, esse número chegará a 5 bilhões de usuários – mais que o dobro dos atuais e mais de 70% da população mundial de hoje.

02. A internet será mais dispersa geograficamente...

Na América Latina, por exemplo, houve aumento de 10.068.919 milhões de usuários em 2009 para 186.922.050 milhões em 2010 de acordo com dados mais recentes. Em 2020, a internet terá suporte a mais línguas e também a quem não utilize o ASCII (padrão norte americano para troca de informações).

Em aspectos mundiais, o número mais recente é que existem 1.802.330.457 de usuários de internet, com crescimento de 399.3% entre os anos de 2000 e 2009.

03. A internet será a rede das coisas, não os computadores...

Hoje, a internet tem 575 milhões de computadores host. É esperado que existam bilhões de sensores em prédios e pontes para serem conectados à internet.

04. A internet carregará exabytes, –talvez zetabytes –de conteúdo...

O tráfego (conteúdo que é transferido na web) da internet crescerá para 44 exabytes por mês perto de 2012, mais do dobro do que é hoje.

05. A internet será wireless...

No segundo trimestre de 2009, 257 milhões de pessoas eram assinantes de banda larga móvel, sendo que há uma aumento a cada ano de 85% de usuários a utilizarem 3G, WiMax e outra tecnologias que permitam velocidade na transferência de dados. Em 2014, estimativas apontam que 2.5 bilhões de pessoas estarão utilizando banda larga móvel no mundo.

06. Mais serviços estarão nas nuvens...

A computação em nuvem está alavancando a terceira parte da capacidade de computação sobre a rede para cortar custos, aumentar a escala, melhorar a agilidade e melhores práticas de acesso. Em 2015, a computação em nuvem irá gerar mais de US$45.4 bilhões em receita.

07. A internet será verde...

O uso de eletricidade anual por causa da internet é de 588 bilhões de kWH vindos de PCs e monitores, 167 bilhões kWH de modems e roteadores, 112.5 bilhões kWH de data centers e 1.0 bilhões kWH de redes de telefones, num total de 868 bilhões de kWH, sendo responsável por 5.3% da energia total consumida globalmente.

08. O gerenciamento de redes será mais automatizado...

A falta de uma rede embutida de técnicas de gerenciamento é uma das grandes fraquezas da internet de hoje. Modos automatizados de protocolos de auto-diagnóstico, acompanhar melhor os eventos, reboot de sistemas e graduação fina de coleta de dados.

09. A internet nunca irá confiar no "sempre conectado" ...

Pesquisadores estão trabalhando em técnicas de comunicação que podem tolerar delays ou podem transmitir comunicação de um usuário para outro em uma forma oportunista, principalmente para aplicativos móveis. Além disso, pesquisadores estão relatando um protocolo de internet inter-planetário que irá permitir um novo significado para a ideia de tolerância de delay em redes.

10. A internet irá atrair ainda mais hackers...

Em 2020, ainda mais hackers atacarão a internet porque uma estrutura mais crítica, como a rede elétrica, estará online. Em 2009, 57% dos casos de hackers estavam na América do Norte e 2% na América do Sul. Um ano antes, 1.6 milhões de novos ataques foram identificados.

fonte: olhar digital

Interessante. Mas também é possível prever o futuro olhando para o passado. Quem tem mais de 10 anos na WEB deve lembrar bem de quanta coisa mudou nesse tempo. Quem tem 15 ou 20 anos... NOSSA!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, sugestão ou opinião. Mas não toleramos ofensas, abusos ou spam. Todos os comentários são de inteira responsabilidade do autor. Obrigado.