22 de jul de 2010

Procuradoria Abre Ação Contra o Google

Procuradoria Geral do RJ abre ação contra a Google:

google

Empresa está sendo processada pelo grande número de crimes que ocorrem na rede social Orkut.

A Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro entrou ontem com uma ação civil pública contra a Google, acusando a rede social Orkut (que pertence à empresa) de ser “palco de condutas ilícitas e criminosas”, entre elas contra a honra, apologia ao crime, pedofilia e falsa identidade.

Apesar de os procuradores entenderem que a Google não pode determinar o comportamento dos seus usuários, para eles a empresa também não pode ser eximida de culpa, já que a falta de um mecanismo eficiente de controle de conteúdo e identidade e as falhas na gestão da rede permitem a ocorrência de tais crimes, além de deixar os usuários – e até quem não participa – vulneráveis.

Em função dos diversos prejuízos para os usuários e para a sociedade, a PGE-RJ demandou, junto à 10ª Vara de Fazenda Pública, que a empresa seja obrigada a adequar seu serviço em no máximo 120 dias, estabelecendo algumas medidas para evitar a ocorrência de infrações, como manter o IP de criação de qualquer comunidade ou perfil e manter registros periódicos de log das comunidades, para ser mais fácil localizar e rastrear usuários com comportamento criminoso.

Além disso, a procuradoria propõe a criação e manutenção de sistemas aptos a identificar a existência de perfis, comunidades ou páginas dedicados à pedofilia e apologia ao crime (mesmo marcação de brigas entre torcidas, comum no site) comunicando ao Estado – que deverá ter pleno acesso ao conteúdo – e interrompendo e limitando acessos, de acordo com a necessidade, e preservando por até um ano os logs realizados.

Outras medidas propostas são a criação de um canal de comunicação para usuários poderem denunciar conteúdos ofensivos – o que a página já oferece, porém com eficiência duvidosa – e a veiculação de campanhas em jornais, rádio e televisão em “horário nobre”, para alertas aos pais e responsáveis os riscos da utilização da internet e principalmente, do Orkut.

Como embasamento da ação, a PGE-RJ, apresentou, em sua petição inicial, páginas do site com perfis falsos de personalidades e comunidades criadas para denegrir pessoas ou que fazem apologia a facções criminosas. A ação fundamenta-se ainda na proteção aos consumidores, pois, mesmo sendo gratuito, o Orkut gera grandes lucros para a empresa, com a venda de espaços publicitários e outros.

A ação determina que, caso as medidas propostas não sejam cumpridas, a Google deverá fechar a rede social Orkut e pagar uma multa diária de, no mínimo, 100 mil reais.

fonte: geek

Duvido muito que cheguem a fechar esssa porcaria de Orkut. Se fosse um sitezinho meia-boca já tinha ido pra vala, como é do gigante Gooooloso...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, sugestão ou opinião. Mas não toleramos ofensas, abusos ou spam. Todos os comentários são de inteira responsabilidade do autor. Obrigado.