27 de ago de 2010

Conversor Digital Mais Barato

Governo quer conversor digital mais barato:
O foco é atingir consumidores das classes D e E que não podem pagar por valor definido pelas fabricantes.


A televisão digital ainda é pouco acessível para grande parte da população por conta do custo dos aparelhos necessários para que ela funcione. No entanto, ao que parece, isso está para mudar. O governo quer um conversor mais barato, que seja acessível às classes D e E.

Durante o início desta semana, as empresas responsáveis pelo consórcio de conversores de televisão digital (Totvs, Positivo, Semp Toshiba, Visiontec, ST Microeletronics e Broadcom) apresentaram uma proposta ao governo que estabeleceria um preço entre R$237 e R$356 para os aparelhos chegarem ao consumidor final.

No entanto, o valor não foi aceito pelo governo, que marcou para 8 de outubro uma nova reunião para que as empresas apresentem uma nova proposta com preços inferiores ao patamar apontado.

O objetivo dessa baixa de preço nos conversores é aumentar o alcance da população ao sinal digital, com foco principalmente nas classes D e E - que representam um mercado consumidor de cerca de 15 milhões de famílias.

A projeção é que o equipamento comece a ser vendido por preços mais baixos entre os meses de março e abril de 2011. Há expectativa de que o país inteiro tenha acesso ao sinal digital até 2013.

fonte: olhar digital

Outra conversa pra "boi dormir". Desde quando 350,00 é preço pra um conversor meia-boca? Cadê aquele ministro das Comunicações que havia prometido o aparelho por 100,00???

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, sugestão ou opinião. Mas não toleramos ofensas, abusos ou spam. Todos os comentários são de inteira responsabilidade do autor. Obrigado.