8 de jun de 2010

Mais Investimentos em Banda Larga

Brasil investirá cerca de R$ 67 bi em telecom nos próximos 4 anos:

adsl connection
Os investimentos em telecomunicações deverão chegar a 67 bilhões de reais nos próximos quatro anos. A estimativa é do estudo “Desafios e Oportunidades do Setor de Telecomunicações” realizado pelo Ipea e divulgado na última segunda-feira, 07/06. A maior parte desse montante será aplicada em telefonia móvel para expansão de rede 3G e banda larga.

O estudo, no entanto, faz uma projeção baseada apenas no setor privado e exclui investimentos do governo para o Plano Nacional de Banda Larga e outros recursos destinados aos programas de inclusão digital.

Entre 1999 e 2008, período pós-privatização, o segmento de telecom recebeu das empresas privadas uma injeção de 148 bilhões de reais, sendo 26 bilhões de reais financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Essa quantia foi aplicada na construção das redes móveis, expansão da telefonia fixa e na infraestrutura para prestação dos serviços de banda larga.

Apesar do alto investimento, o diretor de estudos setoriais do Ipea, Rodrigo Abdalla de Sousa, acredita que o valor não foi suficiente para a massificação dos serviços de telecomunicações no Brasil. “As companhias do setor privado sempre privilegiam as áreas de maior densidade”, disse ele, que ainda observou que os preços são elevados por conta da tributação que encarece entre 42% e 60% o valor da tarifa, somando os impostos do governo federal (PIS, Cofins, Fistel, Funtel e Fust) estadual (ICMS) e municipal (ISS).

O estudo aponta uma série de desafios que o Brasil precisará vencer para tornar os serviços de telecomunicações mais acessíveis a todos, como maior convergência entre as três esferas de governo, intensificação dos programas de inclusão digital e redução de impostos.

fonte: olhar digital

A defasagem é tanta que nem sei se isso dará conta. O cenário atual é desanimador e precário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, sugestão ou opinião. Mas não toleramos ofensas, abusos ou spam. Todos os comentários são de inteira responsabilidade do autor. Obrigado.