3 de jun de 2010

Pouco Investimento em Mídia Digital

Empresas ainda investem pouco em mídias digitais:

O 6º Razorfish Outlook Report, relatório anual publicado no mercado norte-americano pela Razorfish, maior agência de marketing digital do mundo, mostra que as verbas de marketing online representaram menos de 5% dos gastos com mídia no ano passado, apesar da intensa troca de mensagens entre os usuários do Facebook, Twitter e iPhone, e da disponibilidade de uma grande variedade de tecnologias emergentes, como as mídias móveis, o intercâmbio de anúncios digitais e a mídia out-of-home.

As mídias sociais receberam apenas 3% do total da verba publicitária. Isto representa muito pouco comparativamente ao tempo gasto pelos usuários americanos nas redes sociais. Segundo estimativa da comScore, empresa líder em mensuração em marketing digital nos EUA, em 2011 as mídias sociais deverão representar 11% do total do tempo online dos usuários de internet no mercado americano.

A pesquisa mostra que a verba online permaneceu concentrada nos veículos tradicionais: sites verticais, redes de publicidade, portais e sites de pesquisa, que são responsáveis por 88% das compras pela internet. Os sites de e-commerce absorveram 31% dos orçamentos de clientes, enquanto os sites de busca receberam 25% das verbas, em comparação a 37% em 2008. Verificou-se também uma queda na participação dos portais nas verbas de marketing, de 16% em 2008 para 12% do total em 2009. As redes de publicidade (Ad Networks) mantiveram-se fortes, ampliando sua participação de 12% para 20%. Já os canais móveis corresponderam a apenas 2% dos gastos.

Segundo a Razorfish, os meios de comunicação social são menos um canal de publicidade e mais uma plataforma para construir comunidades. “Os gastos das empresas nessas redes não assumem a forma de compra de anúncios, mas sim a de construir uma página de Facebook e disponibilizar pessoal para responder aos consumidores”, afirmou Jeremy Lockhorn, VP de mídias emergentes da Razorfish, ao ressaltar que, mais importante do que alocar verbas altas nas redes sociais é alimentar pessoas, investir no conteúdo e, assim, participar de uma forma mais substancial.

Em âmbito global, a Razorfish apontou uma recuperação na publicidade online. Após uma queda de 13% em 2008, houve um incremento de 4% nos gastos com publicidade online em 2009, e novo incremento está previsto em 2010.

Apesar do entusiasmo com novos formatos interativos, a maioria esmagadora dos gastos dos clientes da Razorfish (7%) manteve-se em formatos simples. As ferramentas multimídia representaram outros 15%, com o vídeo detendo 8%.

fonte: Olhar digital

De fato investem pouco. E mal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, sugestão ou opinião. Mas não toleramos ofensas, abusos ou spam. Todos os comentários são de inteira responsabilidade do autor. Obrigado.